• Lucas Chiquetto

O poder da sua marca está dentro de você. Mira nela e vai.

Atualizado: 17 de jan.



Ano novo, vida nova, mas tem muita gente – ou empresas - cometendo os velhos erros para tentar mostrar para as outras pessoas – ou empresas - uma marca que não condiz com a realidade e com a forma como está sendo percebida. Não adianta, sempre vai haver confusão quando pessoas ou empresas pensam sobre marcas. Na verdade, parte delas. Marca não é aquilo que você tenta mostrar para as pessoas. Marca é o que elas estão percebendo sobre você e sua empresa, por meio das suas atitudes.

A marca é um conjunto de sentimentos que estão na cabeça e coração do seu consumidor. Quais são os sentimentos que eles têm quando ouvem o seu nome?


Quando essas pessoas têm contato com a sua marca visual (ou com sua identidade), qual é o sentimento que vem à mente? Já parou para pensar sobre isso?


Como a reputação da sua marca está sendo percebida, principalmente a longo prazo? Essas são algumas perguntas importantes que devemos parar para refletir, sempre, quando olhamos para a nossa marca. Sabe aquela frase: “a primeira impressão é a que fica”? Então, ela é muito verdadeira no mundo das marcas. Você pode até tentar melhorar na segunda impressão, mas talvez haja muito investimento de dinheiro e de tempo para que isso mude na mente das pessoas.

Dê o melhor de si na primeira impressão, para que seu esforço de comunicação e investimento de dinheiro sejam menores. Então, esteja sempre atento à sua forma de escrever, falar, com o seu posicionamento e exposição nas mídias sociais em relação a assuntos políticos ou religiosos, por exemplo. E tente, a todo momento, ser você mesmo. Além de você não gastar energia mental sendo alguém que você não é, com certeza irá se conectar com o seu público mais facilmente.


Nunca se esqueça que tudo comunica. Se você fala ou não fala algo, se você se posiciona ou não, está passando uma mensagem para as pessoas. E a percepção que elas terão precisa ser condizente com o que você realmente é.

Sua identidade, que é o que você é de fato, na sua essência, e é até gerenciável, precisa ser condizente com a imagem, que é a forma como você é percebido pelas pessoas.


O poder de uma marca, seja ela pessoal ou corporativa, começa dentro de você, nas pequenas atitudes e sempre tendo em mente que a sua identidade e a sua imagem precisam ser a mesma coisa.


Comece 2022, dando o melhor de si e sendo você mesmo. E a gente está aqui, para ajudar você a começar o ano com o pé direito.