Buscar
  • BeBold

Quem não se comunica, se estrumbica!

Informação relevante, transmitida de maneira correta e para o público adequado, gera marcas fortes e profissionais bem-sucedidos.


Por Bianca Moura


Já parou para pensar como a célebre frase do nosso ilustre Chacrinha é um conselho ainda muito atual para os executivos que querem ter uma carreira bem-sucedida ou profissionais autônomos que querem ser mais conhecidos?


A comunicação é uma ferramenta que vem dos primórdios da evolução humana e não pára de se desenvolver. O jeito é identificar, entre todas as possibilidades, como utiizá-la da melhor maneira, em todas as nossas relações e atividades, seja na vida profissional ou pessoal.

E, por isso, afirmar que "quem não se comunica, se estrumbica” é um conselho tão valioso. A comunicação escrita, falada, gestual, visual, digital… São inúmeras interfaces, experiências ocorrendo a todo o momento, mensagens sendo transmitidas de diferentes maneiras. Sem contar os meios de comunicação, cujas possibilidades de conexão se ampliam a cada dia.

Por isso mesmo, vale refletir, todos os dias, se você está tirando o melhor proveito possível da comunicação como forma de estabelecer relacionamentos duradouros, como ferramenta de gestão de pessoas, como instrumento de transmitir informações e conhecimento. Ou seja, o uso da comunicação como forma de ser bem-sucedido pessoal e profissionalmente.

Como não pensar que, numa reunião de trabalho, você poderia ter tido um desempenho melhor, poderia ter “convencido" um par ou diretor, se tivesse exercido melhor seu poder de persuasão? E isso passa não somente pela fala. O executivo tem que falar bem, tem que apresentar uma boa argumentação (seja falada ou em slides, por meio de gráficos e dados bem estruturados em uma apresentação), seja pela sua postura - sim, a forma como você se senta numa mesa, como vosê gesticula, como você está vestido também comunicam! Para isso é preciso treinar, é preciso procurar melhorar sempre suas habilidades de comunicação.


E, com a diversidade de canais de comunicação, especialmente as redes sociais, profissionais de qualquer área de atuação, autônomos, empreendedores, especialistas, podem ampliar a visibilidade de seus produtos e serviços.


Neste caso não estamos falando apenas da divulgação publicitária, mas principalmente da produção e disseminação de conteúdo, que permite a construção de uma reputação positiva ao profissional, ativo tão ou mais valioso que o simples conhecimento de suas marcas promovido pela propaganda (e a um custo extremamente menor). Trata-se de credibilidade, que no mundo conectado, se faz com comunicação, difundindo informações relevantes pelo melhor canal para o público adequado.

Neste caso, um médico pode falar, de maneira simples e numa linguagem comum sobre o tema de sua especialidade em blogs, página do Facebook, numa rádio ou numa coluna de jornal. É uma forma de prestar um serviço transmitindo informação de saúde à sociedade em geral, mas também a melhor maneira de construir sua reputação, de ser reconhecido em sua especialidade.


E assim a frase do nosso comunicador Chacrinha está cada vez mais atual e faz cada vez mais sentido. Seja no mundo virtual, seja nas relações presenciais. Seja para executivos atuando em grandes corporações, seja para pequenos empreendedores e profissionais autônomos. Todos devem desenvolver a competência de comunicação e usá-la a seu favor.


#Comunicação #Organizações #LíderComunicador #Coaching #Carreira

6 visualizações